O Tribunal de Haia não considera Lula um preso político

Mais uma mentira do PT e da Esquerda é desmantelada em todo o mundo e a grande imprensa finge que não sabe dessa informação: O tribunal de Haia não se pronunciou sobre o caso Lula e nem fez exigências ao Brasil. Os 9 ministros do Tribunal de Direitos Humanos de Haia simplesmente não acolheu e não deu parecer sob a ‘denúncia’ do PT, de que Lula é um ‘preso político’. Esse silêncio é encarado por analistas políticos internacionais como um desagravo (reparação de afronta) à favor de Sérgio Moro e a Lava-Jato.

O Tribunal Internacional de Justiça ou Corte Internacional de Justiça é o principal órgão judiciário da Organização das Nações Unidas. Tem sede em Haia, nos Países Baixos. Por isso, também costuma ser denominada como Corte de Haia ou Tribunal de Haia. Sua sede é o Palácio da Paz.

Esse importante Tribunal e a côrte de Direitos Humanos que recebeu mas não julgou o recurso de Lula, funciona como uma espécie de ‘mediador de conflitos’ oferecendo pareceres e opiniões (até condenando moralmente), mas sem autonomia e sem liberdade para interferir na soberania nacional dos países a eles ligados pela assinatura do tratado de paz e cooperação de Haia. Fonte: Secretaria de Imprensa do Tribunal de Haia.

Léo Vilhena | Rede GNI

Leia também