Juiz da Suprema Corte foge da Venezuela

Um juiz do Supremo Tribunal de Justiça (TSJ) da Venezuela, Christian Zerpa, abandonou o cargo e foi para o exterior, informou neste domingo (6) o tribunal, acusando-o de fugir de uma investigação por crimes sexuais.

Um dia depois de boatos sobre o rompimento de Zerpa com o governo do ditador Nicolás Maduro e sobre sua decisão de fugir para os Estados Unidos com sua família, o TSJ – que apoia o regime chavista – anunciou em comunicado que o juiz está sob investigação por “assédio sexual, atos lascivos e violência psicológica” contra funcionárias de seu escritório.

O presidente do TSJ, Maikel Moreno, afirmou que, diante de “repetidas queixas” de “conduta indecente e comportamento imoral”, as autoridades iniciaram uma ação judicial contra Zerpa. Sem informar para qual país viajou, a corte confirmou que Zerpa deixou a Venezuela.


LINK PATROCINADO | CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também