Haddad venceu Bolsonaro com 82%: Entre os presidiários

Essa informação não é ‘Fake News’. É uma notícia verdadeira e oficial do Tribunal Superior Eleitoral, que está disponível no site do TSE | http://www.tse.jus.br/

Fernando Haddad, candidato à Presidência pelo PT derrotado por Jair Bolsonaro, do PSL, venceu com 82,47% dos votos entre os presos provisórios do país que puderam participar das eleições. Eles somaram 7.934 pessoas que escolheram um dos dois candidatos, o que representa 3,4% do total de presos sem condenação definitiva no Brasil, cerca de 237 mil.

Foram 6.543 votos para Haddad (82,47%) contra 1.391 (17,53%) para Bolsonaro nas seções eleitorais instaladas em presídios, segundo levantamento feito pelo GLOBO com base nos resultados oficiais do segundo turno. Na eleição geral, o placar foi bem diferente: Bolsonaro ganhou com 55,13% da preferência dos brasileiros, ante 44,87% de votos conquistados pelo petista.

PRESOS PROVISÓRIOS | Os presos provisórios, por não terem condenação transitada em julgada, quando não há mais possibilidade de recurso, preservam seus direitos políticos, podendo votar. No entanto, é preciso que a Justiça Eleitoral disponibilize as seções eleitorais dentro de presídios. No segundo turno das eleições 2018, 220 seções foram instaladas em locais de privação de liberdade.

A famosa ‘dedada’ em L que os petistas fazem em frente as câmeras, não significa Lula…

Léo Vilhena | Jornalista
Editor-Chefe REDE GNI
Comentarista Político da REDE CBN SP


LINK PATROCINADO | CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também