Um serviço nacional prestado estadualmente

As emissoras de tevê no estado de São Paulo têm transmitido, incessantemente, um filme comercial, pago por instituição de âmbito nacional, para privilegiar um candidato estadual. Trata-se do Senai (Serviço NACIONAL de Aprendizado Industrial), manipulado estadualmente por ninguém menos que Paulo Skaf, candidato ao governo do Estado.

A propaganda até que é bem feita. O ambiente é selecionado cuidadosamente. Os atores que desempenham o papel de funcionários têm mesmo expressão de trabalhadores. As crianças que trafegam pelo refeitório, salas de aula, laboratório são atores mirins.

O que me espanta nisso tudo é uma instituição nacional, mantida por trabalhadores da indústria, ser usada como cabo eleitoral. O mérito do Senai, senhor Paulo Skaf, não é seu. De modo nenhum. É mérito da boa gestão nacional que se reflete estado a estado. A boa administração, não importa em que âmbito se dê, tanto ecoa para áreas maiores como se reflete no prazer em trabalhar, na vontade de fazer o melhor, na alegria pelo salário que é reconhecido como justo.

O melhor retorno que a empresa tem ao se tornar um local agradável para o trabalho é o esforço do funcionário, o reconhecimento pela sociedade, a fidelidade da clientela. O melhor garoto propaganda, senhor Paulo Skaf, não é o estado de São Paulo. Seu alvo há mais de quatro anos, apesar de todos os escândalos envolvendo o PMDB e agora MDB em nível municipal, estadual e federal.

A campanha eleitoral ainda não está a todo o vapor. Aliás, ela é proibida por lei. Mas precisamos já estar atentos a candidatos, pré-candidatos, virtuais candidatos a cargos eleitorais para o que vem sendo feito e dito, principalmente por redes sociais, mídia impressa e televisiva, pela população de modo geral.

Este é o ano em que buscadores na internet mais trabalharão. Precisamos ficar atentos a eles, principalmente, para não serem maquiadas e desvirtuadas as notícias.

Ana Lúcia Sesso
Jornalista e Editora de São Paulo

Recomendadas para Você

%d blogueiros gostam disto: