UFC São Paulo: Americano ofende o Brasil “Animais imundos”

Algoz de Demian Maia no UFC São Paulo, o lutador americano Colby Covington falou mal do cidade e do Brasil durante a semana inteira e não foi diferente após a vitória deste sábado. Provocador, disse que odiava o país e que os brasileiros são “animais imundos”. Hostilizado pelo público presente ao Ibirapuera, ele foi escoltado por cerca de seis seguranças para sair da arena e, antes de entrar no túnel, recebeu uma chuva de objetos arremessados diretamente das arquibancadas. Apesar de não ter aparecido na entrevista coletiva, o lutador usou o Twitter para se explicar.

– Na caminhada ao sair (para o octógono) fui chamado de todos os nomes, e em seguida eles cantam “Você vai morrer”. Eu os cutuco de volta um pouco e todos perdem a cabeça?

Após afirmar que ‘odiava o Brasil’ que os ‘brasileiros são animais imundos’ e que ‘odiava a cidade de São Paulo’, a direção do UFC tem que tomar providências e punir o lutador, pois desrespeitou uma nação e seu povo.

Ao final da luta, o americano fez o sinal de que queria o cinturão e disse, entre provocações e desafios ao campeão da categoria Tyron Woodley. No Twitter, continuou disparando:

– Tyron Woodley com seus tênis de corrida já com desculpas. Seu tempo está se esgotando, campeão de papel. Obrigado a todos os meus verdadeiros fãs que acreditam em mim. Acabei com o número 3 do mundo de forma fácil. Dana White, estamos prontos para o ouro. Aqui está uma estatística para você, Wooodley. Acertei 88 golpes significativos em Maia em 3 rounds. Você precisou de 5 rodadas para acertar 57. Números não mentem.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: