Temer parte para o confronto: “Bandidos assinam delação”

No dia seguinte à conclusão do inquérito no qual a Polícia Federal (PF) aponta indícios de que o presidente Michel Temer tinha voz de comando em uma suposta organização criminosa formada por integrantes do PMDB da Câmara, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência divulgou nesta terça-feira (12) uma nota em que afirma que “facínoras roubam do país a verdade” e que “bandidos constroem versões” em busca de imunidade ou perdão de crimes (delação premiada).

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: