STF mantém 3,4 milhões de títulos eleitorais cancelados

Por sete votos a dois, o Supremo Tribunal Federal rejeitou nesta quarta-feira (26) pedido apresentado pelo PSB para liberar a votação dos eleitores que tiveram o título cancelado por não terem feito o cadastramento biométrico.

Para a maioria dos ministros, a legislação que permite o cancelamento do título de quem não comparecer à revisão do eleitorado não fere a Constituição nem prejudica os eleitores.

Por Mariana Oliveira e Luiz Felipe Barbiéri | G1


Recomendadas para Você

Rede GNI

Informação com seriedade

%d blogueiros gostam disto: