Rio: ‘De graça, o cara chega e atira na minha perna’

Horas após ser baleado na perna durante um roubo de moto no Rio, o motociclista Luiz Carlos, que filmou o crime, conversou com exclusividade com o RJ2, na noite desta terça-feira (15). A vítima explicou com detalhes como foi a ação e disse que o tiro foi disparado sem qualquer motivo, já que não reagiu.

“O rapaz que estava com a arma, ele pegou, me deu duas coronhadas, mas eu estava com o capacete, bateu no capacete, então não machucou. Ele puxou a moto, jogou a moto, botou a moto no chão e, de graça, o cara chega e atira na minha perna”, contou o analista de sistemas e professor de artes marciais de 57 anos, que já teve alta do hospital.

O crime foi na Avenida Marechal Rondon, esquina com a rua São João, na altura do bairro Riachuelo, Zona Norte do Rio, por volta das 9h. As imagens de toda a ação foram gravadas com uma câmera acoplada no capacete do motociclista, que estava a caminho do trabalho.

“Percebi duas pessoas na moto pedindo pra eu encostar. Mas, naquele momento, eu não tinha entendido direito e só encostei depois que eles puxaram a arma e apontaram dizendo que iam me matar. Aí eu parei a moto, mas eu não consegui parar ela na posição que eles pediram porque eles pediram para eu parar a moto, botar o descanso e deixar ela ligada para eles irem embora. Mas, como eu parei muito próximo ao meio-fio, eles pegaram e eu não consegui botar o descanso, e daí começou a ação toda”, narrou.

G1

Recomendadas para Você

%d blogueiros gostam disto: