‘Que o amor vença o ódio’, pedem sobreviventes do ataque em Nova York

Pela primeira vez, desde que foram vítimas do atentado terrorista ocorrido terça-feira passada em Manhattan, quatro dos cinco sobreviventes argentinos (outros cinco morreram) romperam o silêncio e em uma coletiva no consulado da Argentina pediram “que o amor vença o ódio e que a vida se imponha sobre a morte”. Os sobreviventes não responderam perguntas.

Um deles, Guillermo Banchini (que mora em Nova York), leu uma carta assinada por todos na qual destacaram o valor da amizade e afirmaram que foi o amor o que os levou até o lugar onde cinco de seus amigos faleceram.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: