Polícia vai a São Januário reforçar segurança

A manhã na sede do Vasco da Gama teve movimentação diferente. Por volta de 10h, viaturas da Polícia Militar deram algumas voltas em São Januário, com alguns dos carros fazendo a segurança da portaria principal da sede. Uma viatura da Delegacia de Repressão contra Crimes de Informática (DCRI) também passou pelo local. As informações são do repórter Clayton Conservani.

Segundo alguns dos policiais, ainda não existiam informações sobre operação na sede, e que eles estariam por precaução.

Policia Militar em São Januário (Foto: Clayton Conservani)

Policia Militar em São Januário (Foto: Clayton Conservani)

O estádio segue sem luz, mas funcionários trabalham. No restaurante, alguns montam mesas, preparam o local para a hora do almoço, mas tudo no escuro. Os funcionários evitam falar sobre a situação.

Um grupo liderado por Julio Brant registrou ocorrência na 17ª DP em São Cristovão, na manhã desta sexta, para averiguação das ocorrências em São Januário.

O drama em São Januário

Ontem à tarde, o clube teve a energia cortada pela Light por deficiência técnica. Ao longo do dia, o GloboEsporte.com apurou que houve um “feirão” no almoxarifado.

Alguns funcionários retiraram objetos pessoais que utilizavam nas dependências de São Januário. Houve ainda boatos sobre evasão de computadores e equipamentos do Caprres, mas isso não foi confirmado pelo GloboEsporte.com.

O GloboEsporte.com também ouviu pessoas da atual administração, e elas negaram que houve de fato um “feirão”. A atual diretoria nega também a evasão de equipamentos como televisões e computadores. A ideia é produzir um vídeo para documentar tudo que será deixado no clube, o que já evidencia também o clima de adeus.

Recomendados para você