PGR vai tomar ‘decisão dura’ após depoimentos da JBS, diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira acreditar que, após ouvir os novos depoimentos dos delatores da JBS, ainda hoje, a Procuradoria-Geral da República (PGR) vai tomar uma “decisão dura”. Maia se referiu aos novos áudios em que o executivo Joesley Batista, dono do Grupo J&F, fala sobre uma suposta orientação do ex-procurador Marcelo Miller para fechar o acordo de delação premiada com a equipe do procurador-geral, Rodrigo Janot. Joesley, o diretor da empresa Ricardo Saud e o advogado Francisco Assis estão hoje na sede da PGR prestando depoimentos para esclarecer o teor desses áudios. Miller será ouvido amanhã.

“Acho que a decisão do que aconteceu esta semana, ela vai aprofundando as investigações, vai esclarecendo algumas polêmicas nos próximos dias em relação à delação da JBS. Mas acho que a procuradoria vai tomar a decisão correta. A procuradoria tem tomado decisões duras e não tenho dúvida nenhuma que, nesse caso específico, depois de ouvir os delatores hoje e o ex-procurador amanhã, vai tomar decisão dura como tomou em outros casos”, afirmou Maia, após assistir ao desfile de 7 de setembro, em Brasília.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: