Padrasto que chutou enteado apanha em São Paulo

Aqui se faz, aqui se paga. Normalmente a gente colhe aquilo que planta. E foi assim que aconteceu em São Paulo. O povo cansado de impunidade, resolveu reagir. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que Diego de Souza Valente, flagrado chutando o enteado de 4 anos no peito (foto de capa), foi agredido em Sertãozinho (SP). Ele se apresentou nesta sexta-feira (5) à Polícia Civil após ser alvo de um ataque e com medo prestou depoimento e foi liberado.

Segundo o delegado Ildon Pimenta de Pádua, responsável pelo caso, Valente deverá responder por maus-tratos contra a criança. O padrasto, de 22 anos, foi encaminhado para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A denúncia de agressão feita pelo homem também será alvo de investigação.

Suspeito reconhecido

Em depoimento, Valente contou à polícia que foi pego por um grupo de cinco homens na quinta-feira (4), enquanto caminhava pela rua. O jovem diz ter sido espancado com socos e pontapés, e que as agressões foram filmadas e divulgadas nesta sexta-feira em uma rede social.

Valente teria sido identificado pelo grupo depois que o Conselho Tutelar de Sertãozinho publicou um vídeo para tentar localizar o suspeito de agredir um menino de 4 anos.

Nas imagens gravadas na quarta-feira (3) pelas câmeras de segurança de um imóvel no bairro Jardim Jamaica, o padrasto e a criança param de moto na Rua Yoshinobu Kobata. O menino desce da garupa, usando capacete e uma mochila, parece conversar com o homem e é agredido com um chute no peito. Ele cai no chão, levanta atordoado e sobe na moto. Em seguida, os dois vão embora.

Padrasto é agredido por grupo em Sertãozinho, SP — Foto: Reprodução/EPTVPadrasto é agredido por grupo em Sertãozinho, SP — Foto: Reprodução/EPTV

Na noite de quinta-feira, o conselheiro Rodrigo Clemente esteve com uma equipe da Guarda Civil Municipal na casa da família, no Jardim Santa Rosa, mas o suspeito já havia fugido. A mulher dele, mãe do menino, negou as agressões. Entretanto, vizinhos confirmaram os maus-tratos.


Com informações do G1

Recomendadas para Você

Rede GNI

Informação com seriedade

%d blogueiros gostam disto: