Oficial que vazou telegrama sobre Bolsonaro responderá a processo

A cúpula do Itamaraty identificou um oficial de Chancelaria como responsável pelo vazamento do telegrama do embaixador Carlos Henrique Cardim, a respeito da disputa entre Jair Bolsonaro e sua ex-mulher Ana Cristina Valle pela guarda do filho Renan.

O funcionário responderá a um processo disciplinar e corre risco de ser exonerado do serviço público.

O Antagonista


 

Recomendadas para Você

Rede GNI

Informação com seriedade

%d blogueiros gostam disto: