Nova ‘pesquisa’ mostra Lula líder e consolida Bolsonaro em 2º

Se você acredita em fadas, duendes, saci-pererê e na cuca, e ainda tem medo do ‘boi da cara preta’, você certamente vai acreditar nessa pesquisa surreal, que contraria todos os ‘termômetros’ das redes sociais que apontam rejeição a Lula e Bolsonaro disparado em primeiro lugar.

Se a ‘pesquisa’ do Datafolha é mentirosa e se a Revista Veja está propagando uma farsa: VOCÊ DECIDE!

MATÉRIA DA REVISTA VEJA

Marina Silva anunciou na tarde deste sábado que voltará a disputar a Presidência da República por seu partido, Rede, em 2018. Apesar da movimentação da acriana, Lula e Bolsonaro seguem disparados na nova pesquisa de intenção de votos do Datafolha, divulgada poucas horas depois do anúncio de Marina. O levantamento ouviu 2.765 pessoas nos dias 29 e 30 de novembro, em 192 cidades do país e tem margem de erro de dois pontos para cima ou para baixo.

Lula lidera mesmo quando a pesquisa é feita sem a apresentação de nomes. Nesse caso, ele tem 17%, seis pontos a mais que Bolsonaro (11%). Os demais candidatos não chegam a 1%. O mais “votado”, nesse caso, é “ninguém”, com 19%.

Em um cenário com Michel Temer, Joaquim Barbosa, Ciro Gomes e Henrique Meirelles, ministro da Fazenda que já declarou querer ser presidente, Lula, o líder, teria 34% dos votos, segundo a pesquisa. Bolsonaro aparece com metade disso, 17%, o que representa oito pontos percentuais a mais do que Marina, que por sua vez está três pontos à frente de Geraldo Alckmin. O governador de São Paulo, provável nome do PSDB na disputa, surge empatado com Ciro Gomes, do PDT.

Os outros citados estão mais abaixo na pesquisa. Joaquim Barbosa (Sem Partido) tem 5% das intenções de voto, Alvaro Dias (Podemos) tem 3%, Manuela D’Ávila (PCdoB), 1%, Temer (PMDB), 1%, Meirelles (PSD) 1%, Paulo Rabello de Castro (PSC) figura com 1% e 2% não sabem e 12% votariam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos.

Em um cenário sem Marina, Temer ou Meirelles, mas com Joaquim Barbosa e Guilherme Boulos, Lula dispara e chega a 37%Bolsonaro sobe um ponto, assim como Ciro Gomes, que chega a 7%. Alckmin ganha dois pontos e vai a 8%. O ex-ministro do STF fica com 6%, Alvaro Dias (Podemos), com 4%, Manuela D’Ávila (PCdoB) tem 1%, Boulos (Sem Partido) surge com 1%, Paulo Rabello de Castro (PSC), com 1%, 3% não sabem em que votar e 14% declaram voto em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos.

Um terceiro cenário, este com Henrique Meirelles e Boulos, mas sem Marina, Temer ou Joaquim Barbosa, também tem Lula disparado com 37% das intenções de voto. Bolsonaro figura com 19%, Alckmin com 9% e Ciro Gomes, com 7%. A lista se completa com Alvaro Dias (4%), Manuela D’Ávila (2%), Henrique Meirelles (1%), Paulo Rabello de Castro (1%), Guilherme Boulos (1%), em branco/nulo/nenhum (14%) e os que não sabem (5%).

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: