Michel Temer passa por cirurgia de urgência na próstata

O presidente Michel Temer passou, na noite de sexta-feira (27), por “um procedimento de desobstrução uretal através de ressecção da próstata” no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo.

Temer foi internado no Sírio na noite de sexta, com quadro de retenção urinária por hiperplasia benigna da próstata. Segundo o boletim médico do hospital, “a intervenção transcorreu sem intercorrências”.

“O presidente se recupera em uma unidade de terapia semi-intensiva”, afirmou o hospital. Temer está sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Prof. Dr. Miguel Srougi e Dr. Felipe A. Barroso Braga.

Não há previsão de alta. Em primeira nota, o hospital havia informado que Temer deu entrada no hospital às 20h24 “para reavaliação e continuidade do tratamento urológico a que foi submetido em Brasília.”

O procedimento consiste na introdução pela uretra de um aparelho chamado cistoscópio, com uma microcâmera que permite aos médicos ver o interior da bexiga e das vias urinárias. As imagens produzidas pela câmera são exibidas em uma tela para visualização do médico.

Diagnosticado com obstrução urológica, Temer deixou o Hospital do Exército, em Brasília, na noite de quarta-feira (25), sete horas após a internação.

Ao deixar o hospital, ao lado da primeira-dama Marcela, Temer disse aos jornalistas: “Estou inteiro”. O presidente também fez um sinal de positivo e, de acordo com a assessoria, seguiu para o Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência, onde ainda mora.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: