Meryl Streep relatou assédio de Dustin Hoffman há 38 anos: ‘Porco’

Uma entrevista de Meryl Streep publicada em 1979 pela revista Time voltou à tona nas redes sociais, depois de a escritora Anna Graham Hunter acusar Dustin Hoffman de assédio. Na publicação, a atriz conta que conheceu Hoffman anos antes do filme Kramer versus Kramer, quando estava fazendo uma audição para um espetáculo da Broadway dirigido pelo ator. “Ele chegou até mim, disse ‘Eu sou Dustin Hoffman’ e colocou a mão no meu seio’. Um porco desagradável, eu pensei”, afirmou Meryl. O texto foi publicado no ano de lançamento do clássico Kramer versus Kramer, protagonizado pelos dois atores.

Uma biografia de Meryl Streep publicada em 2016, e intitulada Her Again: Becoming Meryl Streep, revelou que Hoffman deu um tapa na atriz durante as filmagens do filme de 1978, quando ela tinha 29 anos. De acordo com o autor Michael Schulman, na gravação da cena de abertura do longa, o ator bateu no rosto de Meryl sem que ninguém esperasse. Foi tão forte que deixou uma marca vermelha. Hoffman ainda provocava a atriz com comentários sobre o seu ex-namorado, John Cazale, que havia morrido naquele ano.

Kramer versus Kramer fez história no Oscar e ganhou sete estatuetas em 1980, incluindo a de melhor filme, melhor diretor (Robert Benton), melhor ator (Hoffman) e melhor atriz coadjuvante (Streep). Depois disso, os dois atores não voltaram a trabalhar juntos.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: