Médica está desaparecida há mais de duas semanas após se mudar para Cuiabá

Uma médica de 32 anos, que tinha se mudado recentemente para Cuiabá, está desaparecida desde o dia 6 deste mês.

A denúncia do desaparecimento de Midian Batisti foi registrada por um irmão dela, na Polícia Civil de Cuiabá , na semana seguinte ao desaparecimento, e o caso está sendo investigado.

À polícia, o irmão dela disse que tinha falado com a irmã no dia 6 e que, depois disso, ela não atendeu mais as ligações telefônicas.

Segundo ele, a médica, que é formada na Bolívia, tinha saído de Tangará da Serra, a 360 km de Cuiabá, onde a família mora, e se mudado para Cuiabá para viver com um rapaz. A intenção dela era arrumar um emprego em Cuiabá.

Quando foi para a capital, ela estava com uma quantia em dinheiro.

O irmão alegou que essa é a primeira vez que ela desaparece.

O desaparecimento está sendo investigado pelo Setor de Desaparecidos, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Recomendadas para Você

%d blogueiros gostam disto: