Macron assume e promete ‘superar divisões’ em discurso de posse na França

[wp_ad_camp_2]


França empossou seu novo presidente na manhã deste domingo (14). O centrista Emmanuel Macron, de 39 anos, recebeu o cargo do socialista François Hollande em uma cerimônia no Palácio do Eliseu. Ele chegou ao poder após a vitória sobre a candidata da extrema-direita Marine Le Pen no último dia 7.

Em seu primeiro discurso após ser empossado, Macron prometeu superar as divisões da sociedade, mostradas na campanha eleitoral e buscar a construção de uma França forte e segura. “A divisão e as fraturas em nossa sociedade devem ser superadas. O mundo e a Europa precisam mais do que nunca da França e de uma França forte, que fala em voz alta pela liberdade e pela solidariedade”, declarou Macron.

Cerimônia

O carro transportando Emmanuel Macron chegou pontualmente às 10h (5h, no horário de Brasília) ao palácio e ele pisou no tapete vermelho dois minutos depois e foi recebido por François Hollande que o esperava no hall de entrada com um sorriso. O eleito caminhou lentamente ao encontro do presidente que deixa o cargo. Os dois trocaram um aperto de mãos, se voltaram aos fotógrafos e depois adentraram ao palácio.

Como acontece nos Estados Unidos, um momento alto da transmissão de cargo na França foi a comunicação da senha de lançamento da bomba nuclear. Logo depois de chegar ao Eliseu, Hollande e Macron se reuniram a sós no gabinete presidencial por cerca de 40 minutos em um momento considerado solene. Eles trocaram informações sobre alguns segredos de Estado, e o presidente em fim de mandato faz algumas recomendações que considera importantes. Em seguida, Macron visitou o Posto de Comando Júpiter, uma espécie de bunker na ala leste do palácio capaz de resistir a um ataque nuclear.


[wp_ad_camp_3]