Lava Jato prende ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira, 23, o ex-secretário da Casa Civil do governo de Sérgio Cabral (PMDB) Régis Fichtner em mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Fichtner é suspeito de receber cerca de R$ 1,6 milhão em propina.

Os engenheiros Maciste Granha de Mello Filho e Henrique Alberto Santos também são procurados pela polícia, sob acusação de receberem propinas oriundas do esquema montado pelo governo Cabral. Ex-dono da Delta Engenharia, o empreiteiro Fernando Cavendish, que cumpre prisão domiciliar, é alvo de condução coercitiva nesta operação.

Além dele, a PF também prendeu o empresário Georges Sadala Rihan. Ambos são acusados de integrar o esquema que culminou na prisão de Cabral, no ano passado. Sadala é uma das pessoas que aparece na foto com um guardanapo na cabeça ao lado de Cavendish e outros secretários em Paris.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: