Homem com homem não pode gerar uma criança pela ‘bunda’

O Ato de procriar é gerar, dar nascimento, conceber e isso acontece após uma relação entre homem e mulher, que trocam carícias com os seus órgãos sexuais. O pênis do homem entra na vagina da mulher, ejacula e a mulher engravida.

O útero da mulher é preparado para receber o embrião e uma nova vida se forma, desenvolve e nasce. Assim é a cadeia natural da existência.

Não há, vou repetir, não há relato em toda a comunidade médica ou científica, relato de uma gestação gerada através do ânus. A bunda não foi feita para receber esperma para fins de procriação. Aquele canal não tem ligação com o útero da mulher, e no caso dos homens (gênero) nem útero eles tem.

Essa é uma das aberrações que envolvem casais homossexuais que ‘geram’ filhos através de uma barriga de aluguel. Não é e nunca serão seus filhos naturais (de verdade) podem até desenvolver carinho e amor por uma criança, como todos nós podemos nos afeiçoar à uma criança, mas jamais serão pais de um bebê. Jamais serão. Podem adotar, mas não serão filhos de sangue.

Não é o dom natural da vida.

Se fosse natural, e não é, o ‘homem’ iria engravidar pela bunda e gerar um embrião de bosta. Será que ninguém percebe que isso não se trata de homofobia, mas de inteligência? Homem com homem não pode gerar pela bunda, e se os pais deles fossem ‘homossexuais’ eles não teriam nascido; só nasceram porque o papai e a mamãe deles fizeram o coito natural e saiu essa coisa chamada de ‘filho’. Ou seria ‘filha’? Ah, sei lá. Saiu essa coisa.

Homem com homem e mulher com mulher não são casais; é uma aberração no sentido de procriação. Casal é homem e mulher e ponto final, é pênis com vagina, o ‘piu-piu’ tem que entrar e ‘cuspir’ na ‘pepeca’. Entendeu ou quer que eu desenhe? Mas que saco… Estamos vivendo no meio de uma geração de alienados…

Léo Vilhena

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: