“Homem-Aranha” imigrante salva criança em Paris e ganha cidadania francesa

Quando alguns meses atrás Mamoudou Gassama chegou à França em busca de um futuro melhor do que o que podia ser oferecido por seu país natal, o Mali, não pensava que um gesto heróico, gravado por um pedestre e divulgado nas redes sociais, mudaria seu destino.

O jovem, de 22 anos, transformou-se em um herói após, escalar com incrível velocidade quatro andares de um edifício em Paris para conseguir evitar a queda de um menino de 4 anos que estava pendurado do lado de fora da varanda do apartamento em que mora.

Ao contrário das pessoas que assistiam à cena impávidas na rua enquanto um vizinho tentava, impotente, salvar a criança pela varanda vizinha, Mamoudou não hesitou em se lançar ao resgate.

Com uma ação digna de um herói e que o levou a ser chamado pelas principais autoridades francesas de “Homem-Aranha”, em cerca de 30 segundos ele escalou a fachada do edifício até chegar ao local em que o menino estava.

O feito o levou ao Palácio do Eliseu, onde o presidente da França, Emmanuel Macron, quis ouvir dele próprio a incrível história antes de lhe oferecer a cidadania francesa.

Além da nacionalidade, Macron o convidou a integrar o Corpo de Bombeiros – “para que possa repetir diariamente o seu gesto de coragem”, segundo palavras do político.

Além de vários pedidos de entrevista, Mamoudou recebeu uma ligação do presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita.

O jovem malinês contou ao presidente francês que estava assistindo a um jogo de futebol em um bar do distrito 18 de Paris quando ouviu gritos na rua.

Ao ver a cena, foi ao resgate da criança, que tinha ficado sozinha no apartamento enquanto o pai foi fazer compras. Segundo o procurador de Paris, François Molins, o homem demorou a voltar para casa porque teve a ideia de jogar Pokémon Go.

Hoje (13/09) foi assinado o decreto dando a cidadania francesa à Mamoudou Gassama bem com um emprego no Corpo de Bombeiros de Paris.

EFE

Recomendadas para Você

%d blogueiros gostam disto: