F1: Vettel vence – e Hamilton brilha – em Interlagos

O campeonato já estava decidido com mais um título da Mercedes e do tetracampeão Lewis Hamilton, mas o piloto britânico fez de tudo para dar emoção ao GP do Brasil de Fórmula 1, em São Paulo, na tarde deste domingo. Mesmo largando na última posição por ter batido cedo no treino classificatório, Hamilton enfileirou os carros adversários e por muito pouco não conseguiu o pódio, chegando na quarta posição. O vencedor em Interlagos foi Sebastian Vettel, da Ferrari, que ultrapassou o pole position Valtteri Bottas na largada e guiou absoluto na ponta.

Bottas chegou na segunda colocação e Kimi Raikkonen, da Ferrari, completou o pódio. O mais celebrado, no entanto, foi mesmo Hamilton, que já havia garantido o título com duas etapas de antecedência. O brasileiro Felipe Massa também fez boa apresentação e terminou a última corrida de sua carreira na F1 em Interlagos na sétima colocação. Depois, desfilou com a bandeira brasileira em punho e recebeu o carinho dos torcedores.

Vettel tomou a ponta de Bottas logo na largada, quando vários carros rodaram. Esteban Ocon, Kevin Magnussen e Stoffel Vandoorne tiveram de abandonar a corrida após os acidentes. Massa, que largou em nono, ganhou posições antes da entrada do safety car. Mas quem deu show foi o tetracampeão Lewis Hamilton, que largou em último depois de ter batido no Q1 do treino classificatório e, depois de 20 voltas e belas ultrapassagens, já estava em quinto.

Felipe Massa voltou a se emocionar em Interlagos, até mesmo com a corrida em andamento. Do rádio, ele enviou uma mensagem aos integrantes da equipe Williams. “Amo todos vocês, muito obrigado por tudo que fizeram por mim”, disse no meio da corrida, sua última no Brasil pela Fórmula 1. O brasileiro de 36 anos desistiu da aposentadoria para disputar mais uma temporada e voltou receber o carinho dos torcedores e colegas, ainda que não de forma tão calorosa quanto no ano passado.

Hamilton seguiu ultrapassando e adotou a estratégia de entrar nos boxes bem depois dos concorrentes, chegando a assumir a ponta por algumas voltas. Depois de finalmente fazer seu pit stop, o campeão da temporada retornou na quinta colocação e chegou a se irritar com o retardatário Lance Strool que demorou a ceder-lhe passagem. “Ele é cego?”, esbravejou o britânico no rádio da equipe Mercedes.

O campeão seguiu em tarde inspirada e levantou o público, ao melhor estilo de seu ídolo Ayrton Senna, ao ultrapassar Max Verstappen, da Red Bull, e assumir a quarta colocação a pouco mais de dez voltas do fim. Ele ainda via Raikkonen um pouco distante, mas queria o pódio. Enquanto isso, Vettel seguia guiando com tranquilidade na ponta.

Hamilton chegou a forçar uma ultrapassagem em Raikkonen, mas perdeu o freio e não conseguiu alcançar o pódio. O campeão terminou a corrida com dez ultrapassagens. No fim, alguns torcedores invadiram a pista e novamente Massa foi bastante celebrado e se emocionou. “Obrigado de coração, nunca vou esquecer esse dia”, afirmou Massa, que subiu ao pódio ao lado de Rubens Barrichello para se despedir dos torcedores. A última etapa da Fórmula 1 em 2018 em Abu Dhabi, em 26 de novembro.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: