‘Grande encontro’ na 43ª Vara Criminal do Rio

Os ex-governadores Sérgio Cabral e Anthony Garotinho e o desembargador Luiz Zveiter ficaram frente a frente, nesta segunda-feira (13), na 43ª Vara Criminal. Garotinho ocupou o banco do réu, Cabral, o de testemunha, e Zveiter do ofendido. É que Zveiter acionou Garotinho que o acusou de ter recebido mais de R$ 30 milhões de um empresário — que seria Fernando Cavendish — por obras da Delta no Tribunal de Justiça. O próximo a ser ouvido será Cavendish dia 4 do mês que vem, às 15h. Garotinho é acusado de injúria por Zveiter. Durante o seu depoimento, Cabral disse apenas que Cavendish prestou serviço para os governos Rosinha, Garotinho e o dele. E que não sabia de irregularidades nas obras do Tribunal de Justiça.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: