Evite as discussões que levam o casamento para a ‘guerra’

Quanto mais complicada é a situação de um casamento, maior a necessidade de manter a calma. Gritos, discussões, agressões ou mesmo o desprezo só irão piorar ainda mais as coisas. Sendo assim, inicie o processo de salvar o seu casamento a partir da serenidade em suas próprias atitudes. Nenhum casamento jamais terminou quando uma das partes resolve mudar suas atitudes de hostis em gentis.

Mesmo quando exista a necessidade da crítica, aja com afetividade. Não abra a boca para criticar. Ninguém gosta de ser criticado, assim, busque expressar o que desagrada você de forma a não causar qualquer tipo de humilhação. Expresse seu desejo de entendimento entre vocês com carinho e peça a ajuda de seu cônjuge, afinal, ele também tem que participar disso. Com respeito de ambas as partes a compreensão será possível.

Se  mulher entrar na TPM, a melhor solução para o homem é calar-se, compreender o momento’dela’ e acima de tudo você deve agir com paciência e amor. É difícil? Mas é só uma fase e vai passar. Aguente firme, pois a mulher da sua vida ou o pai de seus filhos, merece esse esforço. Daqui a 2 ou 3 dias ela voltará ao normal e você verá que valeu a pena ficar calado. Toda mulher é emocional e temperamental e nessa fase, elas viram umas ‘assassinas’. Ela diz que TE AMA e que TE ODEIA na mesma frase. Ela te deseja e deseja ver você bem longe, na mesma frase. Mas é só uma fase. É tudo da boca pra fora, por mais que ela diga que não é. Se ela esta de TPM ou na pré, tudo é fase. Daqui a pouco essa fase passa. Aguente firme.

O homem inteligente e que ama verdadeiramente a sua esposa, aprende a ficar calado durante a TPM, sem jogar nada na cara dela, ele age com amor e paciência. Aguente firme.

Agressões jamais devem acontecer e isso é inadmissível, um levantar a mão contra o outro. Mas você deve entender que ambos estão nervosos e por isso o melhor é ficar calado e evitar qualquer discussão. Se estão nervosos NUNCA discutam a relação nessa hora. Esperem a calma encher seus espíritos e depois sentem e conversem. Conversar com os nervos a flor da pele é erro dos dois. Cresçam e amadureçam. Agressões e discussões nunca é culpa só de um lado (a não ser que seja desequilibrado), sempre, os dois tem a sua parcela de culpa.

Guiomar da Fonseca, Médica-Psiquiatra e Terapeuta Familiar
CRM 21223/ES

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: