Editorial: ‘O Brasil está errado’

Corrupções, falcatruas, políticos que se vendem e outros que patrocinam essa compra vergonhosa; sistema de saúde falido e falta de medicamentos à profissionais que se importem com a sociedade, falta de amor ao próximo e unidades de saúde decentes; a insegurança pública dominou as principais capitais tupiniquins, e sem mencionar as cidades do interior onde a violência lembra muito filmes de faroeste; a economia alarmante e a inflação assustadora; os governantes são uma sucessão de troca de poder alternados onde as maracutaias apenas trocam de figurantes; a ‘arte’ agora é tocar um homem pelado, é mijar nas costas de outro ‘ator’ que esta nu e deitado no chão, é defecar na foto do Bolsonaro, é promover a ‘pedofilia com arte’… vale tudo, é apenas ‘arte’; deixando de lado qualquer sentimento de homofobia, a ‘melhor’ cantora da atualidade é um homem e acha que tem talento e está convencido disso. Pablo Vittar é um arremedo de cultura e uma escrotice de talento;  o ‘legal’ é ter no computador fotos de crianças e bebês praticando sexo e não podemos falar nada contra eles, somos ameaçados; o ‘barato’ do momento é que a criança que nasceu homem ou mulher, pode se rebelar com 8, 9, 10, 11 ou 12 anos e dizer: nasci no corpo errado. Mas essa mesma criança quando comete crimes, não pode ser punida pois é uma criança; pais matando filhos e filhos matando pais; os professores perderam a autoridade em sala de aula e a autonomia para cravar notas baixas naqueles que não estudam, pois os ‘papais e mamães’ invadem a escola para reclamar e protestar contra essa ‘infâmia’ com os seus ‘bebês’; a vida perdeu  valor, e por estar chateado, um vigia entra numa escola e ‘taca’ gasolina e fogo nas crianças inocentes, que morrem sofrendo sem saber o ‘por que’?; outro, entra na escola, por que um amigo chamou ele de fedorento, e descarrega uma pistola em outros que não tem nada haver com a ‘paçoca’; pontes construídas com milhões de reais dos cofres públicos, desabam pois não aguentam uma ‘marolinha’; eu vou terminar por aqui, pois preciso trabalhar, se não vou passar o dia escrevendo um cenário desolador: O Brasil está errado.

Léo Vilhena

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: