Denúncias de assédio sexual no transporte público crescem em SP

Um levantamento da polícia de São Paulo, obtido pelo programa Fantástico, da TV Globo, mostrou que foram registrados 19 casos de assédio sexual no sistema de transportes públicos da capital nos últimos 30 dias. Os números representam um aumento de 46% em relação ao mesmo período do ano passado.

Desde o início de 2017, foram 388 registros policiais envolvendo delitos sexuais nos trens e metrôs da capital paulista.

As denúncias cresceram desde que, há um mês, o ajudante de pedreiro, Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, foi preso por atacar duas mulheres em ônibus de São Paulo na mesma semana. Na primeira vez, ele ejaculou em uma passageira e, na segunda, esfregou seu pênis em uma mulher.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: