BPTran de Campo Grande faz uma ‘limpeza’ na Ernesto Geisel

O Batalhão de Trânsito de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, fez uma blitz surpresa num dos pontos mais movimentados da cidade, nos cruzamentos das Avenidas Ernesto Geisel com Fernando Correa da Costa e o saldo não foi nada positivo para dezenas de motoristas infratores.

Muitas motos apreendidas, motoristas autuados e multas por causa de várias infrações demostram que os homens do Batalhão de Trânsito não vão para as ruas ‘passear’. Ninguém está acima da lei. Muitos motoristas tiveram que voltar a pé ou foram ‘agraciados’ com talões de multas.

Hoje (09) por volta das 16h até uma van da Prefeitura de Bataguassu foi apreendida por estar sem a placa dianteira, uma infração gravíssima ainda mais por tratar-se de um automóvel que está a serviço de uma prefeitura municipal. Foi apreendida e recolhida para o pátio da Agetran. É a prova de que ninguém está acima da lei e os policiais do Trânsito não aliviam nenhuma infração.

A REDE GNI acompanhou de perto a blitz de hoje, e verificou que a cortesia dos homens do Batalhão de Trânsito não faz distinção de cidadãos. Todos que eram abordados e educadamente vistoriados: documentos pessoais e do veículo. Em duas horas de blitz não observamos sequer um único desrespeito ou qualquer truculência dos policiais do Trânsito. Essa postura é fruto de um trabalho de conscientização do Comandante Tenente-Coronel José Amorim Longatto.

Uma informação de utilidade pública: O Batalhão de Trânsito está trabalhando com radares móveis, flagrando motoristas que excedem a velocidade e são imprudentes no trânsito da capital morena.

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: