“Bolsonaro é favorito para vencer se disputar o segundo turno contra o PT”

Essa não é uma eleição sobre vender esperança, como foi 2002. Essa será a eleição da indignação, numa espécie de efeito retardado de 2013. A avaliação é de Mauricio Moura, CEO da Ideia Big Data, uma consultoria com experiência em campanhas nos EUA e no Brasil. É por isso que ele diz que candidatos com perfil “indignado”, como o esquerdista Ciro Gomes e o deputado de extrema direita Jair Bolsonaro, são potencialmente competitivos numa disputa na qual Luiz Inácio Lula da Silva está virtualmente fora e Luciano Huck diz que jogou a toalha. “Com a saída de Huck, quem ganha é quem disputa o campo popular: o PT, Ciro, Marina e até mesmo Bolsonaro”.

Moura fechou recentemente parceria para trabalhar com Guillaume Liegey, que foi um dos marqueteiros de Emmanuel Macron na eleição francesa, e os dois participaram no começo do mês de uma maratona de conversas com pré-candidatos ou seus enviados, inclusive presidenciais, num trabalho de prospecção. O brasileiro, no entanto, afirma que o objetivo principal de sua empresa é trabalhar nas campanhas regionais. “No plano nacional, nossa prioridade é ainda trabalhar com o mercado financeiro como cliente”, diz o também professor de estatística na Universidade George Washington, nos Estados Unidos.

Flávia Marreiro | ElPaís Espanha

Recomendadas para Você

%d blogueiros gostam disto: