Articulado e sereno, em audiência de custódia Adélio culpa Bolsonaro

Se haviam dúvidas sobre o caráter, inteligência e que está envolvido num grandioso esquema contra Bolsonaro, as dúvidas acabaram após serem liberadas as imagens da audiência de custódia do aprendiz de assassino e garçom desempregado Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, que esfaqueou o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, classificou o atentado contra o presidenciável como “um incidente”, afirmou que pretendia “dar uma resposta, um susto” em Bolsonaro e que se sente “ameaçado” pelos discursos do candidato. As declarações de Adélio foram dadas em audiência de custódia na última sexta-feira 7, na Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), cidade onde a agressão aconteceu, no dia anterior.

Profundamente sereno, muito articulado e seguindo um roteiro bem construído, Adélio não demonstrou remorso, disse que foi ‘covardemente’ agredido por policiais e disse que tem medo de ser morto na cadeia por agentes penitenciários.

Jogou toda a culpa no que ele chama de ‘incidente’ em Bolsonaro e diz que se sente ameaçado pelo discurso de ‘ódio’ do candidato do PSL. Tem mais coisas por trás desse Adelio…

Léo Vilhena
Comentarista Político

Related Post