Adélio queria matar filho de Bolsonaro

URGENTE | De acordo com informações do Deputado Federal, Fernando Franceschini, a Policia Federal descobriu que em 2017, Adélio Bispo de Oliveira, responsável pelo ataque a facadas contra Jair Bolsonaro (PSL) fez um curso de tiro na escola .38, de Florianópolis, onde Carlos Bolsonaro também faria um curso de tiros no dia 05 de julho de 2017.

De acordo com as investigações, Adélio iniciou o curso de tiros no dia 03 de julho. No dia 05 de julho, Adélio encerrava o curso e fez 30 disparos de revólver calibre 38 e 40 tiros de pistola. O curso de tiros custou cerca de R$ 650 reais, informou Franceschini que também é delegado da Polícia Federal.

O plano era tirar Bolsonaro da campanha já em 2017. O plano foi frustrado pois Carlos Bolsonaro não foi ao stand de tiros no dia 05 de julho.

Micaela Noronha | Jornalista

Recomendadas para Você

Rede GNI

Informação com seriedade

%d blogueiros gostam disto: