A ficha começou a cair: presidente dá bronca nos jogadores do PSG

Os elogios a uma temporada quase perfeita do Paris Saint-Germain, que ostentava um invencibilidade de 25 jogos até o último domingo, ficaram para trás e deram lugar à cobrança após o revés para o Bayern de Munique. A segunda derrota consecutiva, em um intervalo de três dias, levou o presidente do clube, Nasser Al-Khelaifi, a conversar com os jornalistas na zona mista e fazer críticas à atuação diante dos bávaros.

– Nós não jogamos bem, é verdade. Estou muito decepcionado com o resultado, com a qualidade do jogo, especialmente no primeiro tempo. Depois melhoramos, mas não foi o suficiente para chegar ao empate. Foi um grande jogo, enfrentamos um grande Bayern, um grande time da Europa, não um clube pequeno. Mas temos grandes jogadores e não viemos aqui para tomar 3 a 1 – disse Al-Khelaifi.

Comandante do projeto que pretende tornar o PSG campeão europeu, o presidente deixou claro que, apesar do objetivo de se classificar na primeira colocação do grupo ter sido cumprido, o time deve exibir um melhor futebol.

– Estou otimista para o futuro, mas nós não demos tudo que podíamos neste jogo. É uma grande lição para todos. Terminamos em primeiro, sim, mas devemos estar melhor preparados para as oitavas – afirmou.

O PSG terá a chance de reencontrar as vitórias no próximo sábado, quando receberá o Lille, pela 17ª rodada do Campeonato Francês. A jornada na Liga dos Campeões só recomeça em fevereiro – mas na próxima segunda-feira os parisienses conhecerão o adversário nas oitavas de final, após sorteio

Sugeridas para você

%d blogueiros gostam disto: